Pesquisar
Close this search box.
[views count="1" print="0"]

Marido é acusado de agredir esposa após ser flagrado em suposta orgia com homens e mulheres

A mulher teria filmado o momento em que encontrou o próprio marido no motel
Especial Publicitário
(Foto: Divulgação)

Brasil – A Polícia Civil investiga um caso de violência doméstica, após uma mulher ser agredida pelo marido, em Maracaçumé, na Região Noroeste do Maranhão. O homem teria a agredido após ter sido flagrado em uma suposta orgia, com homens e mulheres, em um motel.

Segundo a polícia, o caso aconteceu na madrugada da última segunda-feira (27). Segundo a denúncia, Amanda Nascimento, de 24 anos, viu o carro do marido dentro de um motel e logo começou a gravar com o celular. Quando viu seu marido, Bruno Nascimento, junto com duas mulheres e um homem dentro de um quarto. Todos despidos.

Quando percebeu que estava sendo gravado, Bruno teria trancado a porta do quarto para que todos pudessem se vestir e depois correu atrás de Amanda. Ela afirma que foi derrubada no chão por Bruno e acabou machucando a mão, o punho, a perna, o braço e o dedão do pé esquerdo, e quebrando o seu celular em seguida.

A mulher procurou a delegacia e pediu uma Medida Protetiva de Urgência contra Bruno, com quem diz ser casada e tem um filho com ele. O exame de corpo de delito confirmou as lesões causadas, e que havia risco de vida.

Amanda disse ainda que já sofria violência psicológica e física, por parte de Bruno, antes mesmo do ocorrido no motel. Já Bruno, ao prestar depoimento na delegacia, preferiu se manter em silêncio, mas disse que teria restituído Amanda com um celular novo.

Em nota, a defesa de Bruno Nascimento disse o ocorrido teria sido no domingo (26), e que ele já tinha terminado o relacionamento com Amanda, e por isso não haveria traição.

Confira abaixo a nota na íntegra.

“Venho a público, na condição de Advogado do Dr. Bruno Nascimento, repudiar, veementemente, a divulgação e compartilhamento irresponsável do Inquérito Policial de 0802217-30.2023.10.0096, aonde contém dados pessoas e números de documentos, dentre eles: RG, CPF, CNH e outros. Em relação ao que aconteceu no dia 26/11/2023 (domingo último) é importante esclarecer que o Dr. Bruno já tinha terminado o relacionamento com a sua ex-companheira, inclusive foi deixá-la na casa de sua mãe que fica na cidade Governador Nunes Freire – MA, dando o suporte necessário momento. Portanto, já não existia mais relação, muito menos traição. No dia em referência, acontecia em Maracaçumé uma vaquejada de grande proporção, não tendo vaga em hotéis e congêneres, aonde se procurou o motel para banho e descanso com alguns amigos, já que o acusado é corredor de vaquejada. Quanto as agressões, não teve agressão, muito menos tentativa de homicídio, o que houve foi que o acusado tomou o celular de sua ex-companheira. Isso é comprovado com base no Inquérito Policial, que indicia o acusado apenas nos crimes de Danos e Lesão Corporal”, diz a nota da defesa de Bruno.

Leia mais:

Receba notícias do Portal Tucumã no seu WhatsApp e fique bem informado!
CLIQUE AQUI: https://cutt.ly/96sGWrb

Tags:
Compartilhar Post:
Especial Publicitário