Pesquisar
Close this search box.
[views count="1" print="0"]

Ex encomendou homicídio de dono de galeria por exclusão de nome em testamento, diz polícia

De acordo com a polícia, o casal estava em processo de separação litigiosa
(Foto: reprodução/redes sociais).

Mundo – A polícia do Rio de Janeiro investiga Daniel Garcia Carrera, ex-marido do americano Brent Sikkema, como mandante do homicídio do galerista, de 75 anos.

De acordo com a polícia, o casal estava em processo de separação litigiosa e a motivação do homicídio seria o fato de Brent ter retirado Daniel do testamento. O americano realizou a mudança em maio de 2022 e deixou parte da fortuna (1 milhão de dólares) para o primeiro ex-marido e o restante do patrimônio para o filho, que ainda é criança e só poderá ter acesso à herança com 30 anos.

Inconformado com a decisão, Daniel teria contratado Alejandro Triana Prevez, 30, para realizar o homicídio do galerista. O delito ocorreu na casa de Brent, no Rio de Janeiro, no último dia 15 de janeiro. Na ocasião, Alejandro entrou na casa, desferiu várias facadas em Brent e fugiu levando uma grande quantia em dinheiro. Conforme os advogados de Alejandro, Daniel o conheceu em Cuba, depois do homem trabalhar como segurança em uma das casas do ex-casal.

Algum tempo depois, Alejandro se mudou para São Paulo, onde trabalhava dando aulas de espanhol e realizando entregas na cidade. Ele e Daniel se reencontraram por acaso e o ex-marido do galerista lançou a proposta de Alejandro matar Brent pela quantia de 1 milhão de dólares. “Daniel soube da vida do Alejandro, que era uma vida de dificuldades e se aproveitando disso aqui no Brasil. Já veio falando que estava separado, que estava em processo de litígio com o Brent, e o Alejandro foi envolvido naquela história. E foi proposto para ele esse homicídio”, afirmou Gregório Andrade, advogado de Alejandro, em entrevista ao Fantástico.

Alejandro aceitou, porque conforme Gregório, queria comprar uma casa na Espanha. Porém, poucos dias após cometer o crime, o suspeito foi identificado por câmeras de segurança e acabou preso enquanto tentava fugir do Brasil. Na cadeia, ele acabou delatando Daniel. A Polícia Civil do Rio de Janeiro pediu a prisão do ex-marido de Brent, e o mandado já foi expedido pela Justiça, porém há chances de que o acusado fique preso e, caso seja condenado, cumpra pena nos EUA.

Leia mais:

Receba notícias do Portal Tucumã no seu WhatsApp e fique bem informado!
CLIQUE AQUI: https://cutt.ly/96sGWrb

Tags:
Compartilhar Post:
Especial Publicitário
plugins premium WordPress