Pesquisar
Close this search box.
[views count="1" print="0"]

ALE gasta R$ 30 mil com CPI dos combustíveis e preço da gasolina continua alto, em Manaus

A Assembleia Legislativa do Amazonas (ALE-AM) gastou mais de R$ 30 mil para os procedimentos de investigação da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) dos combustíveis que não surtiram efeitos no preço da gasolina em Manaus, que continua sendo comercializada em valores elevados.

Apesar de identificar possíveis indícios de cartelização dos preços da gasolina em Manaus e no interior, a CPI não indiciou nenhum empresário dono de posto de combustível.

No período da CPI, em agosto deste ano, até houve a redução do preço da gasolina, mas, passados dois meses, os custos do combustível voltou a subir em Manaus.

Encaminhamentos

O relatório final da CPI dos combustíveis apontou recomendações, encaminhamentos e propostas para tentar reduzir os preços dos produtos vendidos nas bombas no Amazonas, mas, até o momento, o consumidor não visualizou os efeitos.

Deputados

As medidas foram anunciadas no mês de agosto, pela relatora da CPI, deputada Alessandra Campêlo (MDB). Estiveram presentes na entrega do relatório final, a presidente da CPI, deputada Joana Darc (PL), além de Fausto Júnior (PV), o vice-presidente da CPI deputado Roberto Cidade (PV).

Com o fim da CPI, os documentos foram encaminhados aos órgãos fiscalizadores, como Ministério Público Estadual, Ministério Público Federal e Conselho Administrativo de Defesa Econômica, mas até o momento, o preço da gasolina continua subindo em Manaus.

Da redação

Tags:
Compartilhar Post:
Especial Publicitário
plugins premium WordPress